IMLB - Instituto Mãos Limpas Brasil

Missão: Ser a Entidade mais ética da História do Brasil

Diretor de Redação

Mtnos Calil

Menu do Usuário

Login

"Antigamente os cartazes nas ruas com rostos de criminosos oferecia recompensas, hoje em dia pede votos...
E o pior é que o BRASILEIRO dá...

 

Por que estes dois?  Porque, usando a linguagem dos institutos de pesquisas, existe 95% de probabilidade deles 2 estarem se atacando no 2º Turno. Se atacando?? Tá certo isso?

 

Bem... isso depende dos eleitores. Talvez eles queiram ver ataques menos violentos...

 

O principal dogma do marketing eleitoral  para quem quiser conquistar o maior número de votos possível se resume nisso: FALAR O QUE O POVO QUER OUVIR E DA FORMA QUE ELE QUER OUVIR – é por isso que os candidatos vivem metendo o pau nos adversários – o povo gosta de ver gente brigando. Gosta de assistir a filmes e programas de TV violentos. Esse “gostar” é inconsciente. A violência estimula o cérebro.

 

Se um atacar o outro agrada aos instintos primitivos dos eleitores, tudo bem.

 

Mas o Bolsonaro não está no hospital? A ética não sugere que ele seja pelo menos poupado de ataques?

 

Sei lá... Isso depende do eleitor, mesmo porque, prezado eleitor, você não é tão ingênuo a ponto de imaginar que a ética é um dos princípios do marketing eleitoral – é claro que não é, e nunca foi!

 

Aí vai a receita que o Bolsonaro e o Haddad devem usar para atender ao dogma citado acima:

 

Fazer uma pesquisa com base nestas perguntas:

 

- o que na sua opinião o Bolsonaro deveria falar para tentar conquistar os votos das mulheres?

 

E o que ele deveria falar para conquistar os votos dos petistas?

 

- o que na sua opinião o Haddad deveria falara para os eleitores  que não querem votar nele de jeito nenhum?

 

- o que na sua opinião o  Haddad deveria falar para conquistar os eleitores do Bolsonaro?

 

(se nas entrevistas individuais os eleitores tiverem dificuldade de responder a estas perguntas, esse problema se resolve nas pesquisas de grupo, conduzidas com uso das técnicas de psicoterapia que trazem à tona o que está no inconsciente dos entrevistados).

 

Mtnos Calil  - ex- consultor de marketing político. Por que “ex”? Porque um dia descobriu que a corrupção está entranhada na cabeça dos politicos, de modo que não dá para conciliar estas duas atividades: combater a corrupção e trabalhar em campanhas eleitorais. Como se vê, a ética não é bom negócio não!

 

Mas porque a humanidade nunca deu a devida importância para a ética? Por esta simplória razão:  os genes dos humanos foram configurados para a COMPETIÇÃO. E quando o objetivo é GANHAR DO OUTRO,  essa disputa dificulta uma conduta ética. E de tanto competir, o homem virou o lobo do homem.

 

Na politica os lobos assumiram as ideologias de esquerda e de direita, sendo que a esquerda defende os pobres e a direita defende os ricos e a classe média. Ora bolas, porque então a direita não começa a defender os pobres para assim COMPETIR MELHOR com a esquerda? Vai ver que tem algum dogma na direita que impede que ela defenda os pobres. Que coisa estranha, né? Será que se ela defender os pobres, perderia o apoio de amplos setores direitistas da classe média?

 

Ah... também tem gente que acha que os pobres são pobres porque não gostam de trabalhar. Ok, cada um arruma a desculpa que quiser para justificar sua simpatia pela direita ou pela esquerda, tendo em mente, porém que  a direita é meio oculta. O cara de direita não pode se declarar como sendo da direita. É possível que alguns direitistas nem admitam que são direitistas, apelando assim, inconscientemente para o auto – engano. De tanto enganar os outros, os humanos aprenderem a a enganar a si mesmos!

 

A esquerda por outro lado, aproveita a defesa dos pobres para se arrumar na vida e não cair na pobreza. Há exceções na esquerda e na direita. Mas sendo exceções não têm força para mudar nada.

 

- ressalva: existem candidatos honestos que são obrigados a conciliar com a maioria dos politicos corruptos. Um dia eu disse para um senador  honesto do PT – O Suplicy –  que ele não poderia combater a corrupção na própria casa – o Senado. Ora, Senador que não combate a corrupção do Senado está sendo CONIVENTE com a corrupção. Honesto e conivente com a corrupção??? Bem... o ser humano também é vítima de contradições.

 

Mtnos Calil

www.maoslimpasbrasil.com.br

 

Teoria dos 5 zeros - ideologia zero, narcisismo zero, ingenuidade zero, ilusão zero e expectativa zero

Pin It

Logo TAYSAM Web Design 147x29