IMLB - Instituto Mãos Limpas Brasil

Missão: Ser a Entidade mais ética da História do Brasil

Diretor de Redação

Mtnos Calil

Login

 

No Brasil, um Assessor de 3º nível de um Deputado, que também tem esse título para justificar seus ganhos, mas que não passa de um "aspone" ou mero estafeta de correspondências, ganha mais que um Cientista-pesquisador da Fundação Instituto Oswaldo Cruz, com muitos anos de formado, que dedica o seu tempo e a sua vida, buscando curas e vacinas para salvar vidas.

 

MPMPL-27-09-2017  ---- 

 

A  nobre e digna ministra CÁRMEN LÚCIA, após ter conhecimento de que 84 magistrados   do Mato Grosso do Sul recebiam indevidamente salários mensais de  até R$ 95.000, ultrapassando o TETO SALARIAL CONSTITUCIONAL ( R$ 33, 7)  ordenou que, a partir de setembro de 2017 TODOS OS TRIBUNAIS BRASILEIROS  publicassem dados sobre estrutura e pagamento remuneratório de  seus  magistrados, enviando cópias da folha de pagamento para controle orçamentário e financeiro, mostrando assim, TRANSPARÊNCIA aos cidadãos e órgãos competentes.

                             

                                                   RESULTADO DA PESQUISA DO CNJ E STF

                    Salário médio dos magistrados dos 10  Tribunais de Justiça que mais pagam: 

 

---MATO GROSSO DO SUL  -  R$ 95.895,00

---GOIÁS  -  R$ 70.573,00

---TOCANTINS  -  R$ 68.89,00

---RIO DE JANEIRO  -  R$65.891,00

---MINAS GERAIS  -  R$64.691;00

---SANTA CATARINA  -  R$ 57.623

---AMAZONAS  -   R$ 55.833,00

---DISTRITO FEDERAL -  R$ 55.171,00

 

Salário médio dos Tribunais:

 

---TRIBUNAIS DA JUSTIÇA MILITAR NOS ESTADOS - R$ 50.784,00

---TRIBUNAIS REGIONAIS FEDERAIS  -  R$ 50.876,00

---TRIBUNAIS REGIONAIS DO TRABALHO  -  R$ 38.819,00

---TRIBUNAIS REGIONAIS ELEITORAIS  -   R$ 8,782,00.

_________________________________________________________________________________________________

 

                            COMENTÁRIO DO MPMPL EM 27-09-2017:  

Ainda neste mês, em  14 de setembro, o ex-PGR, Rodrigo Janot  entrou com uma ação de inconstitucionalidade (ADIN) no STF contra o MP de Minas Gerais para suspensão definitiva de dois penduricalhos: auxílio-livros e auxílio- saúde,  pagos com os subsídios, aos promotores e procuradores de Minas Gerais.

 

Com todo o respeito. O MPMPL sugere  à Presidente do STF, Cármen Lúcia  e à nova PGR - Procuradora Geral da República Raquel Dodge que também promovam ações moralizadoras  que visam acabar com a ilegalidade do pagamento de vantagens diversas  aos magistrados  de TODOS TRIBUNAIS BRASILEIROS,  em   DESCUMPRIMENTO  DO DISPOSITIVO CONSTITUCIONAL  DO TETO SALARIAL.

 

JUIZ DE FORA - MG - JOSÉ LOPES FILHO  -  FUNDADOR DO MOVIMENTO POPULAR PRÓ-MORALIZAÇÃO NO PODER LEGISLATIVO- MPMPL---ENTRE EM NOSSO SITE  www.mpmpl.org

 

 

Pin It

Logo TAYSAM Web Design 147x29

Selo Google1