IMLB - Instituto Mãos Limpas Brasil

Missão: Ser a Entidade mais ética da História do Brasil

Diretor de Redação

Mtnos Calil

Login

NO BRASIL, um ascensorista da Câmara Federal, ganha mais para servir os elevadores da Casa, do que um Oficial da Força Aérea, que pilota um Mirage.

Apesar de todos os argumentos oferecidos pelo Vereador Abou Anni voltados a liberação da circulação dos veículos do transporte de escolares nos corredores e faixa exclusiva, o Prefeito Haddad recusou a proposta, alegando que a prioridade é do transporte coletivo, cometendo o curioso equivoco semântico ao se esquecer que o transporte escolar também é transporte coletivo! 

Conheça os termos da proposta e recusa:

Indicação

Resposta 

Veja a seguir outras iniciantivas interessantes deste vereador, inclusive contra a corrupção. 

 

Vereador Abou Anni está entre os 3 Vereadores que dispensaram o uso do carro oficial em São Paulo


(foto: Folha de São Paulo)

Em entrevista ao jornal Folha de São Paulo (11/08/13), Abou Anni afirmou ter dispensado o uso do carro oficial da Camara Municipal.

Confira o trecho da entrevista:

"sãopaulo - Por que dispensou o carro oficial?
Utilizei uma época, mas não é prioridade com o perfil do meu mandato. O custo desse veículo é vinculado à verba de gabinete. Prefiro, se houver necessidade, utilizá-la para outra finalidade, como divulgação de matérias de interesse público, da sociedade. Não tenho necessidade do carro.
E como cumpre suas atividade de vereador?
Tenho meu carro particular. Desgasta, mas não me importo, não. A minha atividade externa não é tão grande que eu não possa utilizar o meu. Não uso com frequência. Se o transporte fosse mais eficiente, eu abriria mão totalmente.

Com faz no dia do rodízio?
Venho de ônibus. O meu rodízio é às sextas-feiras."

Confira a matéria completa aqui.

Agora o Vereador Abou Anni trabalhará para que esse dinheiro seja devolvido aos cofres públicos. Desta forma, o Vereador Abou Anni põe em prática a sua função fiscalizadora e fica satisfeito por enxugar os gastos públicos, a fim de serem mais bem aproveitados, tal como é a necessidade da saúde, educação e transporte.

O Vereador Abou Anni encontrou irregularidades neste contrato que já consumiu mais de 215 milhões de reais aos cofres públicos. Desde o mês de maio o Vereador Abou Anni estuda esse contrato milionário que se mostrou anormal desde a fase da licitação. Nesse sentido, foi do Vereador Abou Anni o requerimento para a Prefeitura rescindir tal contrato tendo em vista as informações trazidas no trabalho de investigação.

Veja muitas outras iniciativas do vereador Abou Anni aqui: http://www.abouanni.com.br/

Pin It

Logo TAYSAM Web Design 147x29

Selo Google1