IMLB - Instituto Mãos Limpas Brasil

Missão: Ser a Entidade mais ética da História do Brasil

Diretor de Redação

Mtnos Calil

Login

NO BRASIL, um ascensorista da Câmara Federal, ganha mais para servir os elevadores da Casa, do que um Oficial da Força Aérea, que pilota um Mirage.

Fala de Cármen provocou risos entre os integrantes do tribunal

 

Ministro parabenizou a presidente da Corte e a ministra Rosa Weber pelo Dia Internacional da Mulher

 

 

BRASÍLIA - No Dia Internacional da Mulher, o ministro Luís Roberto Barroso, do Supremo Tribunal Federal (STF), se meteu em uma pequena saia justa ao parabenizar a presidente da Corte, ministra Cármen Lúcia, durante a sessão plenária desta quarta-feira, 8.

 

"Só um breve comentário que me esqueci de fazer. Hoje é Dia Internacional da Mulher, então gostaria de cumprimentar Vossa Excelência e a eminente ministra Rosa Weber", disse Barroso, ao referir-se às duas ministras que compõem a Corte.

 

Cármen retrucou: "Vossa Excelência vê como é a vida... Nós (mulheres) temos um dia, Vossa Excelência tem todos os outros. Olha o princípio da igualdade..."

 

A fala de Cármen provocou risos entre os integrantes do tribunal. Surpreso, Barroso levou o comentário na esportiva e disse que queria fazer "a minha boa ação"

 

10 situações machistas que ainda ocorrem todos os dias

 

1. Desconsiderar quando uma mulher diz que sofreu machismo

 

Que tal parar e ouvir o motivo de ela estar dizendo isso? Se ela se sente mal a respeito de alguma situação, há grandes chances de ter um bom motivo para isso.

 

2. Atribuir tudo à TPM

 

Assim como nos homens, as mudanças no humor e na personalidade femininas são influenciadas por fatores além da biologia. E mais: a tensão pré-menstrual se manifesta de formas diferentes em casa pessoa, inclusive não atingindo a todas as mulheres. 

 

3. Separar atividades e interesses por gênero

 

Moda e beleza ainda são vistos como assuntos femininos, enquanto esportes e tecnologia ainda são associados aos homens. Muitos garotas reclamam, por exemplo, que sempre precisam provar que entendem de um tema quanto ele é visto como masculino.

 

4. Reduzir o Dia Internacional da Mulher a uma data comemorativa

 

Mais do que isso, o 8 de março é um marco na luta das mulheres por oportunidades iguais. Em 2017, por exemplo, grupos em vários países organizaram protestos e greves gerais reivindicando mudanças.

 

5. Cobrar comportamentos diferentes entre homens e mulheres

 

Os estereótipos de gêneros chegam até aos aspectos emocionais, em que a sensibilidade é associada à mulher, enquanto o choro ainda é visto como um tabu para os homens. Como relata a blogueira Rita Lisauskas, a cobrança para seguir padrões de masculidade começa já na infância dos meninos.

 

6. Não participar da arrumação da casa

 

Manter a casa em ordem não é favor, mas obrigação de todos que nela residem

 

7. Julgar mulheres que não querem se enquadrar nos padrões de beleza

 

As cobranças para se encaixar nos padrões de beleza abrange a todos, mas é ainda maior com as mulheres, que são comparadas a modelos irreais de beleza.

 

8. Não aceitar que mulheres andem sozinhas

 

Enquanto estar sem companhia é uma opção natural para os homens, muitas mulheres enfrentam assédio quando resolvem sair sozinhas. Em ambientes como bares, ser abordada por pessoas desconhecidas é ainda comum

 

9. Julgar o comportamento sexual ou afetivo

 

"E os namoradinhos?". A clássica pergunta chega a outro nível com a idade adulta, na qual mulheres ainda são cobradas a manter relacionamentos estáveis e buscar o casamento e ter filho

 

10. Não respeitar o espaço das mulheres no transporte público

 

Sentar com as pernas abertas pode ser confortável para o homem, mas vai consequentemente atrapalhar a passageira do lado. Não é incomum ver mulheres quase incolhidas no ônibus ou no metrô diante do espaço todo ocupado pelo colega do lado

 

 

08 Março 2017

 

 

Pin It

Logo TAYSAM Web Design 147x29

Selo Google1