IMLB - Instituto Mãos Limpas Brasil

Missão: Ser a Entidade mais ética da História do Brasil

Diretor de Redação

Mtnos Calil

Login

 

No Brasil, um Assessor de 3º nível de um Deputado, que também tem esse título para justificar seus ganhos, mas que não passa de um "aspone" ou mero estafeta de correspondências, ganha mais que um Cientista-pesquisador da Fundação Instituto Oswaldo Cruz, com muitos anos de formado, que dedica o seu tempo e a sua vida, buscando curas e vacinas para salvar vidas.

 

A Globo News, para orgulho do "Jornal Nacional", cobrou do porta-voz da Casa Branca que Trump telefone para Michel Temer. Até aqui, diferente dos eleitos Maurício Macri, Juan Manuel Santos e Pedro Pablo Kuczynski, o brasileiro só conseguiu falar com o vice.

 

Mas talvez o jornalismo da Globo esteja certo em cobrar a Casa Branca. O "Brasil à beira do caos" é uma das histórias que estão passando despercebidas com toda a atenção voltada ao fenômeno Trump, segundo o colunista de tecnologia do "New York Times", Farhad Manjoo.

 

Ele passou uma semana fugindo dos noticiários, comentários, análises, rumores sobre o presidente americano e contou o que aprendeu com isso. Citou –além do caos brasileiro, que descobriu na "New Yorker"– o Estado Islâmico perdendo terreno e a Antarctica se desfazendo:

 

— Existe uma razão pela qual você não está vendo essas histórias espalhadas pelo noticiário. Ao contrário da velha escola do jornalismo, a mídia de hoje funciona de acordo com laços de realimentação social. Toda história que mostra qualquer sinal de vida no Facebook ou Twitter é copiada sem parar por todos os veículos, tornando-se incontornável.

 

O texto da "New Yorker" é assinado por Jon Lee Anderson e cita as rebeliões nos presídios e as greves de policiais, para concluir:

 

— Temer e seus aliados se moveram rapidamente para desfazer o legado de 13 anos do PT, de Lula, que supervisionou os anos do país como um dos maiores exportadores de commodities no auge do boom da China. O Brasil se tornou Bric e um player global, enquanto em casa um programa popular, Bolsa Família, ergueu 40 milhões da pobreza. A maioria desses ganhos está agora em risco, com Temer instituindo medidas de austeridade e um congelamento de 20 anos em todos os gastos sociais.  Com seu berço social em ruínas, o Brasil tem todos os ingredientes para mais explosões por vir.

                                *

Trump, diz Manjoo, "é inescapável", em parte por ser garantia de audiência. As reportagens sobre a cerimônia do Oscar, no próximo domingo, indicam que críticas ao presidente americano serão parte da atração.

 

Na capa da "Variety", o apresentador Jimmy Kimmel despista falando que o evento "não será muito político", mas não descarta sequer uma participação especial da democrata Hillary Clinton –como ele já fez antes com o republicano Jeb Bush, ao apresentar o Emmy.

 

A transmissão nos EUA será da ABC, que já vendeu todo o inventário de publicidade que tinha disponibilizado. No enunciado do "Los Angeles Times", agora os "anunciantes se preparam para [aguentar] os discursos políticos.

 

O porta-voz da Casa Branca informou que Trump não deverá assistir à transmissão da cerimônia. "Hollywood é conhecida por se situar muito à esquerda em suas opiniões", afirmou Sean Spicer.

 

Pin It

Logo TAYSAM Web Design 147x29

Selo Google1