IMLB - Instituto Mãos Limpas Brasil

Missão: Ser a Entidade mais ética da História do Brasil

Diretor de Redação

Mtnos Calil

Login

NO BRASIL, um motorista do Senado, ganha mais para dirigir um automóvel, do que um Oficial da Marinha, para comandar uma fragata!

Werther Santana/Estadão

Segundo diretor do Denarc, integrantes do Movimento Sem-Teto de São Paulo são ligados ao PCC

SÃO PAULO - O diretor do Departamento Estadu{jcomments on}al de Repressão ao Narcotráfico (Denarc), delegado Ruy Ferraz Fontes, afirmou nesta sexta-feira, 5, que o Movimento Sem-Teto de São Paulo (MSTS) "foi criado para disfarçar a atuação de uma organização criminosa". Segundo ele, integrantes da diretoria são ligados ao Primeiro Comando da Capital (PCC) e nunca atuaram em questões envolvendo moradia.

O único interesse era o tráfico de drogas e estruturar o PCC dentro dos movimentos de moradia", afirmou o delegado.

Segundo Fontes, nenhum dos integrantes da diretoria do MSTS é sem-teto. Pelo contrário, todos têm imóveis e são donos de estabelecimentos comerciais. "A vice-presidente mora em uma casa de alto padrão no bairro da Saúde, na zona sul. O presidente reside no Jabaquara (também na zona sul) e é dono de uma casa de shows chamada Caldeirão."

O Edifício Marrocos, na região central, segundo a polícia, era o quartel general do PCC na Cracolândia. Lá, os criminosos se reuniam para contabilizar o dinheiro do tráfico e definir o que seria feito com traficantes que deviam dinheiro para o PCC.

No prédio, os investigadores encontraram armas, como um fuzil AK 47, e carabinas escondidas no elevador, drogas, facas e muita munição. 

Considerado um dos principais integrantes do PCC na Cracolândia e também do MSTS, Wladimir Ribeiro Brito foi preso em Maceió, onde passava "férias" para comemorar o aniversário da namorada. A polícia apurou que ele desviou R$ 70 mil do PCC para a viagem.

Pin It

Logo TAYSAM Web Design 147x29

Selo Google1