IMLB - Instituto Mãos Limpas Brasil

Missão: Ser a Entidade mais ética da História do Brasil

Diretor de Redação

Mtnos Calil

Login

NO BRASIL, um ascensorista da Câmara Federal, ganha mais para servir os elevadores da Casa, do que um Oficial da Força Aérea, que pilota um Mirage.

operacao-sonho de valsa

Processar uma faxineira porque "roubou" um bombom é obviamente uma prova da ausência da mais elementar falta de senso comum? Sim, é claro. Mas qual seria a causa deste “transtorno do senso comum”? Teria sido um equivoco do uso da lei que desprezou o conceito da “razoabilidade” ou algo mais grave? Tudo indica que o transtorno é de natureza psicológica. Mas para sabermos o que levou esse delegado a cometer esse desatino seria necessário colocá-lo num divã freudiano para se verificar qual destas hipóteses seria a mais provável .do transtorno:

a) O delegado ficou muito ofendido com a falta de respeito da faxineira (narcisismo)

b) Na infância o delegado roubou um bombom e levou uma surra do pai, criando a partir disso um “modelo de justiçamento”

c) Outras 

 O caso do bombom do delegado Agostinho Cascardo, corregedor da Polícia Federal em Roraima, virou a ‘Operação Sonho de Valsa’ nas redes. Na semana passada, uma faxineira de 32 anos e quatro filhos para criar, foi alvo de um procedimento da PF porque comeu o chocolate que estava na mesa do delegado.

O caso ocorreu no dia 30 de setembro. Câmeras de segurança interna do prédio da PF registraram o momento em que a faxineira comia a guloseima de Agostinho Cascardo.

operacao-sonho de valsa-2

Nas redes sociais, internautas falam em arrecadar caixas de bombons para dar ao delegado. O nome ‘Operação Sonho de Valsa’ foi criado em alusão às missões espetaculares que marcam a rotina da Polícia Federal em todo o País.

Faxineira de uma empresa terceirizada que presta serviços na sede regional da PF em Boa Vista, a mulher está ‘bastante assustada, envergonhada’, segundo o presidente da OAB no Estado, Jorge Fraxe. A entidade pediu à PF cópia do procedimento que teria sido instaurado contra a faxineira. Na OAB, onde pediu apoio, ela disse que pegou e comeu apenas um bombom da caixa que estava na mesa do delegado.

A mulher afirma que ‘não agiu com a intenção de cometer furto e jamais pensou que pudesse ser processada por algo tão insignificante’.

A Associação Nacional dos Delegados da PF em Roraima informou que não foi aberto inquérito contra ela. A entidade destacou, ainda, que a faxineira não foi autuada em flagrante.

O presidente da Ordem em Roraima, Jorge Fraxe, que decidiu prestar apoio à faxineira, mandou ofício à PF pedindo cópia do procedimento. “Como resposta, recebi a informação de que nada existe com relação à faxineira. Por isso, vou oficiar ao Ministério Público Federal solicitando o que tiver de documento sobre o caso. A OAB precisa de algo oficial para dar início aos trabalhos.”
Sobre a ‘Operação Sonho de Valsa’, criada nas redes sociais, o líder dos advogados de Roraima observou. “Desde a hora que o caso foi divulgado formou-se essa avalanche nas redes. É muito típico do nosso povo, uma brincadeira sobre aquilo que é muito sério. Fico muito preocupado. A Polícia Federal é o artífice, o ator principal do desvendamento do maior caso de corrupção no mundo, a Operação Lava Jato. Não pode, de repente, se ver envolvida por um bombom. Isso me preocupa.”

POR JULIA AFFONSO E FAUSTO MACEDO.

13/10/2015

Pin It

Logo TAYSAM Web Design 147x29

Selo Google1